ÓPERA AR

Início / Projetos / Residencial

Um projeto pra quem dá “voltas ao mundo”. O casal se divide entre continentes, ela em Floripa e ele na Austrália.
O briefing era montar um apartamento atemporal e contemporâneo, mas que tivesse “a cara do Brasil”.

A vista lá fora foi protagonista e inspiradora. Enaltecemos o fato do apartamento parecer flutuar sobre o oceano. Unimos o melhor dos dois países: a beleza natural.

Mobiliários moldados por designers brasileiros reforçam a expressão do design nacional. Respeitando a solicitação de não ter luminária decorativa, desenvolvemos um projeto luminotécnico cheio de efeitos técnicos que propiciam cenas para momentos diferentes.

O living integra salas de estar, jantar e home theater. Um grande móvel multifuncional une esses espaços, seguindo por toda a parede. O mesmo serve como bar, buffet, apoio para a TV e camufla os ares condicionados.

Buscou-se expressar a rusticidade natural de elementos brasileiros na escolha dos materiais, de maneira minimalista, com texturas lisas, sóbrias e neutras. Vidro, barro, madeira natural, palha, fibra, pedra e tons claros sintetizam a composição estética do projeto.

Para o ponto de encontro interno – a sala íntima – recebemos apenas uma solicitação de briefing marcante: um mapa mundi na parede, já que o casal se encontra diversa vezes em lugares que ficam no meio do caminho entre Brasil e Austrália.

No quarto de hóspedes, a solução para dar amplitude ao ambiente no dia a dia foi trabalhar com duas camas de solteiro (sendo uma com bicama), dispostas como se fosse um sofá com chaise. Um extenso painel de cabeceira abraça tudo para que o layout fique funcional tanto dessa forma, com as camas lado a lado ou até mesmo unidas para um casal.

O outro quarto de hóspedes recebe layout mais tradicional, garantindo para as visitas o conforto de uma cama Queen, tv, bancada e, é claro, a vista para o mar.

A Suíte Master é trabalhada com um jogo de cores neutras, uma imponente cabeceira com gomos quadrados e o espaço para home office. O banheiro, com composições de tom dourado, traz imponência e requinte para o conjunto, ainda com linguagem contemporânea.

fotos: Fábio Jr. Severo
vídeo: Rafael Ribeiro